A verdadeira historia de amor

Sou uma grande admiradora de historias em Quadrinho, mas algo que me deixa muito frustada é a maneira que a industria do cinema muda as historias. Até certo ponto as mudanças são aceitáveis, mas mudar uma historia de amor tao linda como a do Gambit pela Rogue é muita falta de consideração.
No filme X-MEN mostra que vampira se apaixona pelo Bob (Homem de Gelo) que acaba virando seu namorado, porém por não poder tocar em Bob ela fica com ciúmes de Kitty Pride (Lince Negra), e acaba tomando o soro que torna o gene mutante fraco, fazendo o mutante se transformar em “humano” fazendo a a Rogue perder seus podres. No quadrinho, Rogue tem os poderes permanente da Miss Marvel (voar e super força), Gambit sempre foi um aproveitador, ladrão, mulherengo.

No quadrinho, Gambit procurando redenção de sua vida de ladrão se une com os X-MEN, se apaixonando a primeira vista por Rogue, ninguém confiava em Gabimt principalmente sua amada . Como excelente conquistador, fez com com que Rogue confiasse nele e depois se apaixonasse, principalmente depois da visão do Sr. Sinistro mostrando os dois juntos. com um relacionamento difícil e tecnicamente platônico (já que não podem se tocar) há muitas brigas principalmente pela insegurança de Rogue, Gambit sempre tentava provar seu amor para convencer-la que é ela que ele quer independentemente de não poder toca-la.

Após alguns anos eles começam uma “terapia para casais” guiada pela Emma Frost que criava em suas mentes universos telepáticos onde os dois possam se tocar e ser um casal “normal”. Com o desenrolar da historia os poderes de Gambit evoluem, como o seu poder é controlar energia bio-cinética a evolução acaba criando uma aura de energia bio-cinética ambiente constante ao redor do seu corpo, que neutralizava todos os outros poderes mutantes com o contato físico direto com ele, permitindo que ele tocasse em Rogue fazendo a felicidade de ambos.