Especial de férias parte 1: Filmes.

Alô alô, você sabe quem sou eu? (Okay, não)

Aqui é a Ana, marinheiros; vim lhes escrever hoje-que-era-pra-ser-semana-que-vem sobre filmes pras férias, aí conversei com a Ju e ela também pensou em especiais pras férias, sos. haha

Btw, comecemos.

L’Idée (A ideia), 1932. Podemos notar desde o início da animação que é um filme que precisa se ter uma alma mais poeta, ou artista, ou filosofa; enfim, a personificação da ‘verdade nua’, aquela frente à qual trememos mesmo estando tão habituados a todo o género de violência. O filme demonstra como a ideia, no sentido filosófico da palavra, nasce de um jovem idealista e como ele a tenta espalhar, como é rejeitada e ostracizada pela sociedade e obrigada a ‘vestir-se’, como ao mesmo tempo protege os sonhadores e idealistas e, finalmente, como é aceita e espalhada pelo mundo através de todos os meios de comunicação fazendo tremer os mais poderosos! Sem o ver, é difícil acreditar na densidade poética deste filme, no seu elaborado e esmerado trabalho artístico.
Bartosch provavelmente terá morrido a murmurar ‘pode-se fazer tudo com sabão’…

“Os homens vivem e morrem por uma ideia; mas a ideia é imortal. Pode-se perseguir, julgar, proibir, condenar a morte, mas a ideia continuará vivendo no espírito dos homens. Ela se encontra ali onde a miséria e a luta estão lado a lado. Ela surge tanto aqui, agora, como além, ela persegue seu caminho através dos séculos. A injustiça treme ante ela; guia os oprimidos para um mundo melhor. Aquele que é penetrado por ela, nunca se sente isolado, pois acima de tudo ela está.”

Imagem

Donnie Darko, 2001.  Acho importantíssimo começar falando que  é um filme nada tradicional que brinca com os conceitos de passado, futuro e presente. Além disso, nos faz questionar sobre os nossos próprios monstros interiores e ainda é recheado de fortes críticas à sociedade. Seu grande mérito está no fato de nos convidar para sair da zona de conforto e promover reflexões, permitindo que cada um tenha a sua própria interpretação. Afinal, assim como na vida real, precisamos sozinhos buscar as respostas para as nossos próprios questionamentos. Donnie é um adolescente que sofre de sonambulismo e tem comportamentos excêntricos, esquizofrênico e vive de remédios e terapias, cheio de problemas familiares e é desprezado por todos, menos srta. Ross, que é incompreendida. Numa noite qualquer, Donnie se depara com Frank, o coelho monstruoso mais-legal-e-salvador-de-vidas, porque o acordou alguns minutos antes de uma turbina de avião cair no seu quarto; Frank diz que pode prever o futuro e diz que o fim do mundo acontecerá em 28 dias, 6 horas, 42 minutos e 12 segundos, exatamente na noite de Halloween do ano de 1988. As visões de Frank se tornam constantes e Donnie fica cada vez mais influenciado por ele. Assim, acreditando que pode mudar a profecia, ele começa a estudar metafísica e ler sobre viagens no tempo com o intuito de tentar mudar os acontecimentos do passado e do futuro . Só que o garoto passa a agir de forma cruel e coisas estranhas começam a acontecer, confirmando a teoria apocalíptica.

Imagem

Submarino, 2010. Cara, que filme… tão… sincero! Me apaixonei pela trilha sonora. Me apaixonei pela a história do primeiro amor de Oliver. No caso, Oliver Tate é um garoto de 15 anos que tem uma visão do mundo astutae MUITO delirante. Ele tem duas grandes ambições: salvar o casamento de seus pais e perder a virgindade antes de seu próximo aniversário. Desconfiado de que sua mãe esteja tendo um caso com um ex-astro da TV, Oliver monitora a vida sexual de seus pais pelo interruptor do quarto deles. Mas acima de tudo o que Oliver mais deseja é encontrar uma namorada. É aí que entra em cena Jordana, uma garota agradavelmente complicada, uma piromaníaca briguenta que sofre de eczema. Jordana está disposta a ajudar Oliver a perder a virgindade, mas com a condição de que ela possa supervisionar o diário do rapaz. A trilha sonora 100% do Alex Turner caiu muito bem com o filme. Filme de romance bem leve, zero pedante, com conversas e dinâmicas de relacionamento muito realistas. haha

Imagem

À Bout de Souffle, (Acossado) 1960. Há o cinema antes e depois de Acossado, um dos filmes mais revolucionários e influentes de todos os tempos. Após roubar um carro, Michel mata um policial e busca refúgio em de Patricia, estudante norte-americana que vive em Paris. Enquanto ele se esconde das autoridades e planeja fugir para a Itália, a relação dos dois se aprofunda. Fez um certo sucesso ao ser lançado, mas com o passar do tempo se mostrou chato, vazio, puro Godard(ou seja, insuportável). A obra contém diálogos inesquecíveis através de uma apuradíssima e crua poesia de rua, além de atuações e trilha provocativas, perfeita pra quem gosta do típico cinema cult.

Imagem

Cosmos, 1980. FÉRIAS LONGE DA ESCOLA PRA QUÊ? haha. Documentário feito pelo físico, astrônomo Carl Sagan, com ajuda de sua mulher. Ele ao longo da serie explica a origem do universo, dos planetas, da vida etc. Além de fazer ótimas relações com nosso mundo atual e nos apresentar com belas imagens do cosmo.

Imagem

La Pianiste, (A pianista) 2001.  A professora Erika Kohut leva uma vida enfadonha. Seu cotidiano, pelo menos aparentemente, se resume ao ensino de piano no Conservatório de Viena e ao convívio sufocante com uma mãe possessiva. Mas existe uma válvula clandestina pela qual a discreta mestra quarentona escapa, para fugir da vigilância materna e do tédio de um rotina frustrada. Em segredo, ela tem o hábito de extravasar sua sexualidade voyese e masoquista, excitando-se nas salas de cinema pornôs ou freqüentando as cabines particulares dos eróticos pee-shows. Mas algo está prestes à acontecer na vida da professora, algo que lhe dará um motivo especial para despertar todas as manhãs, uma esperança que durará até o fim de seus dias. Emocione-se.

282015_420365651360539_2099584150_n

La Belle Personne, (A bela Junie) 2008. Junie vai viver com os seus tios após a morte da sua mãe. Ela entra na mesma turma do seu primo Matthias que a apresenta ao seu grupo de amigos que desde logo se começam a interessar por ela, mas Junie escolhe o mais discreto do grupo, Otto, com quem inicia uma relação amorosa. Nemours, o professor de italiano de Junie, é um sedutor que desperta paixões tanto entre professoras quanto alunas, correspondendo à maioria, em geral ao mesmo tempo. Porém, também ele é afetado pela presença da nova aluna, por quem se apaixona. Junie também se sente atraída por Nemours, mas não se mostra disposta a ceder a essa atração. E por aí vai. Impossível falar mais sem falar sobre, então… assistam, cof.

430375_421014581295646_1417917084_n

Almost Famous (Quase famosos) 2000. Um rapaz de 15 anos consegue trabalho na revista Rolling Stone, e deve acompanhar a banda Stillwater em sua primeira excursão pelos Estados Unidos. O filme é semiautobiográfico, já que o diretor Crowe, quando jovem, também escreveu para a revista Rolling Stone e acompanhou parte da turnê da banda Led Zeppelin. A banda fictícia Stillwater, que aparece no filme, é na verdade a mistura dos três grupos que Crowe adorava: Led Zeppelin, The Allman Brothers Band e Lynyrd Skynyrd. Penny Lane realmente existiu, e foi uma das primeiras paixões do diretor em sua juventude. E é isso.

308046_421357701261334_2067170215_n

Pierrot le fou  (O demônio das onze horas), 1965.  Porque um pouco de drama faz bem~ Ferdinand Griffoné um professor de espanhol casado com uma italiana. Ele anda um pouco desiludido porque acaba de perder o seu emprego na televisão. Em uma noite, o casal vai a uma festa burguesa na casa de amigos; mas, pra frequentar o evento, precisavam que alguém cuidasse das crianças. Decidem, então, contratar a jovem Marianne como babá. Após uma noite decepcionante, Ferdinand volta para a casa, encontra Marianne e tenta conquistá-la. No dia seguinte, o novo casal foge em direção ao Sul, onde se envolvem com tráfico de armas e conspirações políticas. Absolutamente envolvente.

523840_426158764114561_2072828303_n

Scott Pilgrim vs. The world, 2010.  Caras, carasSsssSSSSsssS, nem gosto tanto assim do filme, mas é uma ótima opção pra dar risada, (ou leiam as HQ’s como eu, mas como o post é sobre filmes…). Se você não sabe sobre o que é, vou resumir rapidamente: Um cara sonha com uma garota, ele conhece ela, eles começam a namorar e ele tem que lutar com Os 7 ex-namorados malvados da Ramona. E é isso (só que com emoção).

ramona-flowers-scott-pilgrim

Party Monster, 2003. Um dos melhores filmes pra essas férias conta a história de dois grandes amigos, que se mudam de uma cidade do meio-oeste dos Estados Unidos para Nova York. Lá eles percebem que são almas gêmeas, agindo juntos para crescer na cidade. James inicia Michael na vida noturna local, que logo ganha grande notoriedade devido ao seu carisma. Michael torna-se um dos principais empresários da noite nova-iorquina nas décadas de 80 e 90, mas acaba misturando traços de sua personalidade com o personagem que inventou para si mesmo.

557584_479923352071435_914854330_n

Medianeras, Buenos Ares na era do amor virtual; 2011. O filme me trouxe um turbilhão de sentimentos, pensamentos e questionamentos. Tão intenso, mas tão doce. Delicado, mas perturbador. Martin e Mariana vivem na mesma rua, em edifícios opostos, mas eles nunca se conheceram. Eles andam pelos mesmos lugares mas nunca notaram um ao outro. Quais são as chances deles se conhecerem em uma cidade de três milhões de habitantes? O que os separa, irá uni-los.

media1

E então, é isso. Pras férias, na minha opinião, são ideais.

[AVISO: Filmes franceses são viciantes, assista com moderação.]

Bem, caras, é isso. Se você gostou e quiser mais, avise :3 Se odiou tudo e quer me bater… eu te entendo.

Boa noite e boas férias, caras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s